Escolha o melhor aplicativo de gestão financeira para você

1051

Em outro artigo falamos sobre três maneiras de organizar seus ganhos e gastos para que você pudesse escolher a que melhor se ajusta ao seu padrão de comportamento. Este artigo é para os que amam a praticidade dos aplicativos e escolheram essa forma de gerenciar as finanças.

Não é difícil entender porque a maioria das pessoas preferem essa maneira de organização. Além de automatizar parte do processo do registro de ganhos e gastos, eles normalmente possuem outros recursos, como controlar o orçamento, conteúdos educativos, metas, empréstimos, investimentos, etc.

Mas afinal, qual é o melhor entre tantas opções disponíveis?

Para te ajudar, passamos semanas testando os aplicativos mais populares do mercado: GuiaBolso, Organizze, Spendee, Mobills, Minhas Finanças, Impprove e Wallet.

Abaixo você confere a resenha dos três aplicativos que mais gostamos.

O GuiaBolso é um dos aplicativos mais populares disponíveis, utilizado por mais de 4 milhões de pessoas. É também um dos mais completos e, ainda por cima, gratuito. Diferente dos concorrentes, seu modelo de negócio se sustenta em vender as informações do usuário em vez de cobrar uma taxa.

Segundo os termos de uso e a política de privacidade, nenhuma informação específica do usuário será vendida. O que é comercializado são informações como “Tenho 3000 usuários que investem na poupança”. Deste modo, os parceiros do GuiaBolso podem criar peças publicitárias para o público específico atingido e o aplicativo se mantém gratuito.

É um dos poucos aplicativos que permite integração bancária e, tenho que dizer, funciona muito bem. Mas pode acontecer de as despesas serem registradas na categoria errada. A interface dele é boa, embora não seja a melhor.

Um dos poucos aplicativos que permite consultar a situação do seu CPF no SPC/Serasa. Com este recurso, ficam disponíveis opções para a obtenção de empréstimos, segundo a plataforma, a partir de 1.9% a.m.. Não que vá usar, não é?

Já que nem tudo são flores, preciso dizer que encontrei três pontos negativos.

O primeiro é não existir a possibilidade de incluir outros membros na conta, uma função essencial para quem tem família. Fiquei surpreso de apenas o aplicativo Wallet ter este recurso.

O segundo é que não possui o recurso de importar/exportar dados. Isso cria uma barreira para quem vem de outro aplicativo ou para quem deseja sair do GuiaBolso. Segundo a equipe, possibilidade de implantação da funcionalidade está sendo estudada, mas ainda sem data para atualização.

O terceiro é não permitir remover as categorias criadas pelo próprio aplicativo, o que dificulta um controle diferente do preestabelecido. Imagino que esta limitação seja por conta da automação das despesas através das contas bancárias e cartões.

Disponível para o Android, iOS e plataforma web.

Organizze é um aplicativo Freemium, ou seja, é composto de uma parte básica gratuita e uma versão completa paga. O preço da versão paga está em linha com os principais concorrentes, R$ 59,99 no plano anual.

Assim como no GuiaBolso, o Organizze automatiza o cadastro de despesas e receitas, mas de uma maneira diferente. Com a permissão do usuário, o aplicativo lê as mensagens SMS, detecta as movimentações financeiras e já lança uma notificação perguntando se o usuário deseja cadastrar a movimentação no aplicativo. Caso a resposta seja positiva, o Organizze já preenche as informações que constam no SMS, o que facilita o cadastro.

A interface é um ponto a se destacar, ao meu ver é o melhor neste quesito. Tudo é muito limpo e direto, organizado, fácil de usar, com poucos toques é possível utilizar qualquer funcionalidade. Outro aspecto positivo é a funcionalidade “educação”, que disponibiliza vários artigos e e-books sobre educação financeira de forma gratuita.

Assim como a maioria, permite cadastrar orçamento mensais, recurso aqui chamado de “metas”. E, diferente do GuiaBolso, é permitido fazer a importação/exportação das movimentações, o que facilita a migração para outra plataforma ou de outra para o Organizze.

Nos pontos negativos, assim como no GuiaBolso, não existe a possibilidade de incluir outros membros à conta e o controle das categorias é limitado. Neste último caso, é ainda pior já que as adições só podem ser subcategorias das categorias previamente cadastradas pela plataforma. Mancada!

Para finalizar, a versão gratuita aparenta existir apenas para testar o aplicativo, pois é muito limitada, permite apenas uma conta e uma meta, diferente do aplicativo Mobills, sobre o qual falaremos a seguir. Em sua versão gratuita, o Mobills é mais abrangente e torna a versão paga necessária apenas aos usuários mais exigentes.

Disponível para o Android, iOS e plataforma web.

Finalmente temos o Mobills, com versão gratuita e paga. A versão paga sai, promocionalmente, por R$ 55,90 no plano anual, um pouco mais barata que o Organizze. Diferente do Organizze, a versão gratuita atende ao usuário básico. Além do cadastro de movimentações, permite cadastrar três contas, marcadores (tags), entre outros recursos. A importação/ exportação de dados está disponível apenas na versão paga.

De todos os aplicativos, é o que possui mais recursos disponíveis: orçamentos, objetivos, investimentos, customização da tela inicial, cadastro detalhado das movimentações, automação de movimentações via leitura de SMS (semelhante ao Organizze), cadastro de cartões de crédito, entre outros.

No quesito interface e experiência do usuário, é melhor que o GuiaBolso, porém pior que o Organizze. Como ele tem mais funcionalidades, o aplicativo tem um navegação mais complexa e requer um pouco mais de tempo até aprender a utiliza-lo por completo.

Assim como o Organizze, possui uma área educativa, o “Portal Mobills”, mais completa que a do Organizze, pois é mais dinâmica e atualizada. Ela fornece ao usuário vídeos, artigos e notícias relacionadas à educação financeira.

Uma exclusividade deste aplicativo é a função Investimentos, que permite realizar o cadastro das operações tanto em renda fixa quanto em renda variável. A parte de renda variável ainda não é tão boa, mas por ser uma novidade deve receber melhorias com o tempo.

Diferente dos demais, o Mobills permite remover todas as categorias e cadastrar as que desejar, deveria ser algo comum, mas acabou sendo um diferencial.

Para quem não for solteiro, o único problema será não poder cadastrar outros membros à conta, sendo este o único aspecto negativo encontrado.

Disponível para o Android, iOS e plataforma web.

Para finalizar

Ainda não existe um aplicativo que seja o melhor em todos os quesitos. Acredito que o GuiaBolso seja o melhor para quem deseja uma opção gratuita. O Organizze para quem deseja simplicidade. E o Mobills para quem deseja uma opção mais completa.

Sobre os aplicativos de gestão financeira, a minha impressão é que todos ainda precisam melhorar em algum ponto. Entre os testados, nenhum tinha todos os recursos desejáveis.

Um campo opcional que senti falta foi o de informar a quem pagou ou de quem recebeu dinheiro, função que precisa ser contornada através dos marcadores ou descrições.

Outro recurso que senti falta e que estava presente apenas no aplicativo Wallet é a possibilidade de vários usuários utilizarem uma mesma conta, algo que deveria ser padrão, afinal é necessário para casais e famílias, casos em que as finanças são compartilhadas.

Gostou das opções? Conhece algum aplicativo mais completo, que supre os pontos negativos mencionados? Sugestões? Comenta aqui.