Saiba como se preparar financeiramente para ter um amigo de quatro patas

76

Olá Poupadores e Poupadoras, neste artigo venho compartilhar com vocês todos os gastos que tivemos com nosso cão, o Léo, nesse segundo ano de vida conosco. Com isso, espero contribuir para que você possa se preparar financeiramente caso decida ter um amiguinho de quatro patas.

Para conferir os gastos do primeiro ano, clique aqui.

O orçamento para o segundo ano de vida do Léo era de R$ 1.920,00 (R$160/mês). Tivemos gastos em cinco categorias: Alimentação, Educação, Habitação, Higiene, Saúde e Vestuário.

Vamos ver quanto foi gasto em cada uma delas.

Começando com Higiene, os gastos foram dentro do previsto. Gastamos com pasta de dentes, tapetes higiênicos, shampoo, condicionador e solução para limpeza de ouvido. Aqui a conta fechou em R$ 142,20, sendo R$ 89,84 só com os tapetes. Se você usar jornal, praticamente não irá gastar com essa categoria. Se for utilizar tapetes higiênicos, faça as contas do preço por metro quadrado, assim você poderá economizar até 30%.

Em vestuário, gastamos apenas R$ 25,00 com um par de bandanas. É uma categoria que não iremos gastar praticamente nada, porque é algo inteiramente estético, não acrescenta nada na qualidade de vida dele.

Já com alimentação, pensamos o contrário, e preferimos gastar mais com alimentos de melhor qualidade. Continuamos comprando ração super premium. Uma dica para economia nessa categoria é comprar saco de ração de 10 quilos, a economia pode chegar a 40%. Nosso cão é de pequeno porte, em média consome 65 gramas de comida por dia, então um saco de ração costuma durar 5 meses. Além da ração, teve petiscos, biscoitos, ossos defumados e outras delícias. Gastamos um total de R$ 442,21.

Com habitação, os gastos se resumiram a brinquedos, câmera, hospedagem. É, compramos uma câmera para monitorar nosso cão quando não estamos por perto. Gastamos R$ 193,36 na Câmera Mijia 360° da Xiaomi, cumpre muito bem esse propósito e é um ótimo custo-benefício. E com hospedagem gastamos R$ 450,00, durante o período que viajamos para o Chile. O gasto total da categoria ficou em R$ 866,30.

Em educação, minha esposa quis aprender algumas técnicas de adestramento e se aprofundar no mundo canino. Adicionando um gasto, fora do planejado inicialmente, de R$ 1.039,75.

E, finalmente, com saúde gastamos R$ 883,05, menos de um terço do que foi gasto no primeiro ano de vida. Desse total, a maior parte (R$ 575,50) foi com o Bravecto, solução contra pulgas e carrapatos, não é barato, mas é prática e eficaz. Nesses dois anos nosso cão nunca teve problemas. O restante foi gasto com vacinas, um número bem menor, e com os remédios contra vermes.

Somando todas as categorias, os gastos nesse segundo ano foram de R$ 3.398,51. Se descontar os gastos com hospedagem e educação que não estavam previstos inicialmente, o valor teria sido de R$ 1.908,76. Valor bem próximo dos R$ 1920,00 (R$160/mês) que achávamos que íamos gastar. Essa é a beleza do planejamento, feliz com o resultado.

Nesses dois anos gastamos um total de R$ 11.168,78. Lembrando que vários fatores podem reduzir essa conta. Espero que todas as informações possam servir como referência e te ajudem a estimar os gastos do seu cão de acordo com sua realidade.

É isso Poupadores e Poupadoras, de agora em diante os gastos não devem ser tão diferentes. Para o próximo ano já vamos incluir gastos com hospedagem, e separamos R$ 210,00 por mês.

Ah, não esquece de compartilhar esse conteúdo com seus amigos que adoram animais.

Faz ideia de quanto você gasta com seu animal? Ficou com dúvidas ou quer compartilhar sua experiência? Deixa um comentário aqui embaixo.