Fazer a viagem dos seus sonhos não precisa ser um peso no seu bolso

503

Olá Poupadores, venho compartilhar com vocês algumas economias que fiz em uma viagem recente para Maceió.

Ao fim de dezembro de 2018, minha esposa e eu viajamos para Maceió novamente, nada mais justo depois de um ano de muitos estudos e trabalho.

Viagem totalmente financiada pelos rendimentos dos nossos investimentos. Saiba mais onde investimos.

Foi uma viagem de cinco noites e optamos, principalmente, por conhecer praias turísticas.

Nossas economias com a viagem começaram pela hospedagem. Através da plataforma Airbnb, alugamos um quarto inteiro de uma residência próximo à praia, o que custou R$ 350,00, uma pechincha.

O Airbnb democratizou a hospedagem no mundo inteiro, uma plataforma confiável que permite que pessoas aluguem espaços que estejam sobrando. Lá é possível compartilhar quartos, alugaro  quarto inteiro ou até a residência inteira. A plataforma é responsável por fazer a ponte entre o host e hospede. E o melhor, tem imóveis para todos os bolsos.

Já é a segunda vez que alugo através do Airbnb e a experiência foi ótima. Dessa vez, optamos por alugar apenas um quarto. Isso porque estávamos em dúvida se levaríamos nosso cão, Léo, conosco.  Não queríamos alugar um espaço inteiro e deixá-lo sozinho.

Próximo à data decidimos viajar sem ele. E essa decisão foi motivada ao conhecer a plataforma Dog Hero. Ela serve como hospedagem domiciliar para cães, justo o que estávamos precisando. Os preços normalmente variam entre R$30 e R$50 a diária. Fica a dica para quem está com tempo extra e é apaixonado por cães. Gastamos R$ 200 reais por 5 noites.

Buscamos economia também através do Blablacar, maior plataforma de caronas do mundo. Porém dessa vez não deu certo, nossas reservas foram canceladas na última hora e tivemos que ir de ônibus. Uma pena, pois pelo Blablacar a economia seria em torno de 25%, além de ser mais rápido, cômodo e confortável. Já tínhamos utilizado a plataforma uma outra vez, quando saímos de Porto Alegre até Joinville. Dessa vez pegamos motoristas sem compromisso e nossas reservas foram canceladas tanto na ida quanto na volta. Acontece.

Agora falando um pouquinho da viagem em si.

Fizemos um belo passeio para as piscinas naturais de Maragogi, um local espetacular. Como estávamos sem carro, fizemos o passeio por uma agência de turismo, que cuidou de tudo. Saímos às 6h da manhã e chegamos em Maragogi por volta das 9h. Lá aproveitamos as piscinas naturais e um ótimo almoço, vale muito a pena aos que ainda não conhecem. Saímos de Maragogi por volta das 14h e chegamos por volta das 16h30.

Nesse passeio, nossos gastos totalizaram R$390. O transporte junto com o catamarã custou R$ 220,00. Alugamos dois snorkels (aqueles óculos de mergulho) por R$ 30,00. Compramos um par de chaveiros para lembrança por R$ 20,00. E o almoço com sobremesa custou R$ 120,00.

Dois dias depois fizemos outro passeio, dessa vez para a praia do Gunga, outro lugar fantástico. Saímos um pouco mais tarde, lá pelas 9h. Primeiro, passamos rapidamente pela Praia do Francês para podermos tirar algumas fotos. Depois vamos para a Praia de São Miguel, onde é possível optar por um passeio de lancha para a praia do Gunga ou seguir com o ônibus da agência.

Optamos por pagar a lancha, e posso dizer que valeu muito a pena. Antes de ir até a Praia do Gunga, eles passam em um aquário natural com visita aos recifes de corais. Além de aproveitar a beleza do lugar, você pode pegar um ouriço na mão para tirar algumas fotos. Após cerca de 20 minutos, tem uma segunda parada, que é um banco de areia com barracas, onde você pode relaxar, tomar alguns drinks, comer e tomar banho de mar. Depois de uns 45 minutos, partem para a Praia do Gunga.

Lá, além de aproveitar a bela praia, fizemos um passeio de quadriciclo. Nunca tinha dirigido, então para mim a expêriencia valeu muito a pena. E o passeio é maravilhoso, a estrada começa em uma parte totalmente sombreada por coqueiros, passa por falésias e termina em um rio. No rio, é possível tomar banho e desfrutar de água de coco.

Depois desse passeio, fomos almoçar e curtir mais um pouco de praia antes de voltar.

Nesse passeio, nossos gastos totalizaram R$ 435,35. O transporte, junto com a lancha, para a Praia do Gunga custou R$ 150,00. Drinks e comida no banco de areia saíram por R$ 47,85. O passeio de quadriciclo custou R$ 100,00. E almoço saiu por R$ 137,50.

E para terminar, também fizemos uma boa economia optando por usar Uber ao invés de alugar um carro. Os gastos com Uber totalizaram R$ 206,78. Se tivéssemos optado por alugar um carro, esse valor chegaria a mais de R$ 300,00, e ainda teríamos todo o incômodo de dirigir em uma cidade que mal conhecemos.

É isso pessoal, espero que alguma dessas dicas sirvam para a economia em próximas viagens. Tem alguma dúvida? Comente aqui!