Dicas de planejamento para ter um bichinho de estimação

420

Olá Poupadores, neste artigo vou compartilhar com vocês todos os gastos que eu e minha esposa tivemos com nosso cão, o Léo, nesse primeiro ano de vida conosco. Com isso, espero contribuir para que você possa se preparar financeiramente caso decida ter um amiguinho desses.

Primeiro, gostaria de começar dizendo que esse é meu primeiro cão, então inicialmente não fazia ideia de quanto gastaria com ele. Antes de tomar a decisão procurei estudar e verificar quais são os gastos mais comuns com um cão. Afinal, como posso decidir ter um cão se não faço ideia se poderei dar toda qualidade de vida que ele merece?

Pois bem, depois de horas pesquisando sobre cães, cheguei à conclusão que seria necessário pelo menos R$ 7.000,00 para o primeiro ano de vida e depois mais R$ 155,00 mensais, ajustado pela inflação para o restante da vida dele.

Para ter uma dimensão completa, é interessante sempre fazer as contas considerando todo o ciclo de vida do cão. Para essas contas considerei uma taxa de juros reais de 5% ao ano e uma expectativa de vida de 15 anos já que um Spitz Alemão costuma viver entre 12 e 16 anos. Levando isso em considerações, os gastos reais projetados são de aproximadamente R$ 44.632,12. E aí, fazia ideia que seria todo esse valor?

Pois bem, com todas as contas feitas e a decisão tomada, compramos o Léo. Lembrando que você também pode adotar o seu amiguinho, o que sai bem mais em conta.

A partir daqui, vou compartilhar com vocês os gastos que tivemos nesse primeiro ano e se ficaram dentro ou fora da realidade esperada. Vamos lá!

Vamos começar pelo custo de aquisição. Encontramos um bom canil em Alagoas que estava vendendo Spitz com um preço mais em conta. Não demorou para acertarmos tudo e irmos lá buscar nosso novo membro da família. Além disso, aproveitamos para passar uns dias curtindo a belíssima Maceió, nossa primeira vez por lá.

Considerando o custo de aquisição junto com o transporte, os gastos já começaram em R$ 2.455,69. Junto a isso, tivemos que comprar vários produtos essenciais para nosso cão. Compramos caminha, bebedouro, cadeira para transporta-lo com segurança no carro, vasilhas, coleira, brinquedos, escovas, tesouras, produtos de limpeza, portão, grades, entre outros itens.  Somando mais R$ 1.201,98 na conta e totalizando R$ 3.657,67.

A partir de então, começaram a vir os gastos do dia a dia, vou separar em quatro categorias: Alimentação, Saúde, Higiene e Habitação. Vamos ver quanto foi gasto em cada uma delas.

Começando com Higiene, os gastos até que não foram altos. Gastamos basicamente com escova e pasta de dentes e tapetes higiênicos. O restante já tinha sido comprado na aquisição e ainda estão durando. Aqui a conta fechou em R$ 254,59, sendo uns R$ 225,00 só com os tapetes, se você usar jornal praticamente não irá gastar com essa categoria.

Agora vamos para alimentação, aqui não achei que os gastos tenham sido altos, lembrando que a raça do nosso cão é de pequeno porte, em média consome 60 gramas de comida por dia. Também optamos por comprar uma ração Premium. Cada quilo custa em média R$ 34,90, mas quando compro o saco com 10 quilos sai por R$ 19,00, uma grande economia. Fica essa dica para a compra de ração do seu pet. Essa é uma ração de preço razoável, não é das mais caras, mas também não é das mais baratas. Além da ração, teve alguns petiscos, ossos defumados e outras delícias. O gasto total ficou em R$ 388,34.

Falando um pouco com os gastos com habitação, os gastos foram com mais algumas coisinhas que precisamos, como brinquedos, escova, guia retrátil, vasos, entre outros itens. Além disso, tivemos um gasto de R$ 200,00 com hospedagem, pois fizemos outra viagem para Maceió e não tínhamos com quem deixa-lo. O total foi de R$ 438,79. Se você tiver com quem deixar seu cão sempre que for viajar, seu gasto será bem menor.

E, para finalizar, temos os gastos com saúde. Aqui foi onde o bicho pegou, são muitas vacinas a dar, pelo menos nesse primeiro ano o ritmo é muito maior. Falando em vacina, nosso cão quase veio a falecer  com a última dose da vacina da leishmaniose, por sorte deu tempo de socorre-lo. Cuidado quando for dar essa vacina.

Um outro fator que contribuiu para os gastos foi a castração, decidimos fazer logo cedo, com seis meses. Aqui vai uma dica importante, se você decidir castrar seu cão, faça isso antes de ele começar a marcar território, assim ele não vai criar esse hábito. Para nós funcionou muito bem, apenas marcou território uma vez antes da castração, depois nunca mais o fez.

Dito tudo isso, os gastos somaram mais R$ 3.030,88. Um gasto que, com certeza, deve ser bem menor daqui para frente, pelo menos até a velhice dele.

Então, somando tudo, o total ficou em R$ 7.770,27, acima dos R$ 7.000,00 esperados inicialmente. Seria ótimo ter acertado, mas tenho que dizer que são muitas variáveis, não dá para estimar tudo no início.  De qualquer modo, mesmo com essa margem de 11%, valeu muito a pena.

Não se assuste com o valor, são vários os fatores que podem reduzir essa conta. Além dos citados acima, tem também o valor da raça escolhida, o nosso é um Spitz Alemão, também conhecido como Lulu da Pomerânia, é um cão mais caro.

É isso Poupadores, de agora em diante com certeza os gastos serão menores, para esse próximo ano separamos R$ 160,00 por mês para os cuidados com o Léo. Espero ter ajudado você mensurar os gastos que pode ter ao decidir ter um amiguinho desses.

E ai, já fez as contas de quanto gastou com seu cão? Fazia ideia de todos esses custos? Ficou com dúvidas ou quer compartilhar sua experiência? Deixa aqui embaixo um comentário.