Confira alguns critérios que utilizo para comprar e vender ativos

245

Nesta coluna, você vai acompanhar de perto a minha carteira de investimentos e aprender mais sobre renda variável para a construção de uma carteira previdenciária.

A carteira teve uma valorização de 3,87% em maio, bem acima do Índice Bovespa, que valorizou apenas 0,7%. Por causa de toda essa valorização, houve leve redução na renda fixa, mesmo realizando venda de posição da renda variável. Foi um mês de poucas operações: apenas quatro.

Se quiser saber sobre os ganhos de capital com os investimentos, clique aqui.

A cada mês dou mais um passo para, em breve, viver apenas de dividendos.  Confira abaixo tudo isso em mais detalhes.

Renda Fixa vs. Renda Variável

A proporção em renda fixa teve variação de 22,15% para 21,96%. Isso porque decidi antecipar contas do cartão de crédito, estratégia que, com menor intensidade, vai se repetir em junho.

Graças à renda variável, a carteira se valorizou muito em maio e o patamar em renda fixa só ficou estável por causa das reduções que foram realizadas durante o mês. Com isso, é possível realizar novas reduções em renda variável para ampliar o percentual em renda fixa.

Rentabilidade mensal

A rentabilidade mensal é medida ao levar em consideração a variação entre o preço na liquidação de todos os ativos e os rendimentos do mês. Para saber mais sobre o cálculo de rentabilidade.

Em maio, a rentabilidade de 3,87% foi contra o índice Ibovespa, que funciona como um termômetro do mercado de capitais, e valorizou 0,7%. Toda essa rentabilidade foi ótima e é esperado que fique acima do Ibovespa na maioria das vezes, afinal o índice tem tanto empresas boas quanto ruins, enquanto minha carteira é praticamente toda composta de boas empresas.

E como boa parte da minha carteira de investimentos está em renda variável, isso traz uma expressiva variação mensal, como pode ser visto no gráfico.

A estratégia de aumentar a reserva em renda fixa para os momentos de adversidade continua, por isso diminui algumas posições em renda variável para compensar toda a valorização. Se a bolsa continuar a subir é provável que faça mais alguma redução.

Para saber mais sobre os ganhos com dividendos e vendas de ativos, clique aqui.

Carteira de Investimentos

Como vocês podem ver, minha carteira está bem pulverizada. Dessa vez não houve nem adição nem liquidação de ativos, de modo que a carteira permanece com 26 ativos. Houve concentração nas 19 maiores posições, outros aparecem abaixo dos 6%.

A estratégia de fortalecer ativos em carteira continua e, atualmente, as dez maiores posições representam quase 78% da carteira. E, no gráfico, o item Outros finalmente aparece com menos de 6%.

Esse mês teve apenas quatro movimentações, vamos falar um pouco delas.

Operações

O mês começou com a compra de Paranapanema (PMAM3), maior empresa brasileira que atua no segmento de cobre, responsável por 94% da produção nacional. A empresa possui quatro plantas industriais, sendo uma produtora de cobre refinado e três para produtos de cobre e suas ligas.

A Paranapanema passa atualmente por um processo de restruturação que, acredito, que será bem-sucedido. E isso tem se mostrado verdadeiro até o momento, afinal a companhia vem melhorando sua operação desde 2018. Comprei nove ações, o que aumentou levemente a participação que já tinha na empresa. Como essa é uma posição de maior risco, a exposição deve ser baixa e atualmente representa menos de 1,5% da minha carteira.

A outra compra realizada foi a de PetroRio (PRIO3), empresa de petróleo que visava desenvolver novos campos de exploração e amargou vários prejuízos. De uns anos pra cá, a empresa mudou seu modelo de negócio e passou a explorar campos já em operação.

Basicamente, ela compra uma operação ativa e traz toda a sua expertise para aumentar a eficiência da operação. Esse modelo vem mostrando resultados e, recentemente, a companhia comprou mais alguns campos, o que poderá gerar resultados bastante positivos em breve. Me tornei acionista em março e agora estou comprando mais um pouco de participação, confesso que estou bastante otimista com esse case, mas naturalmente é um case com alguns risco, sendo um deles, e talvez o mais importante, o preço da commodity do petróleo. Se o preço do barril de petróleo ficar abaixo dos 50 dólares, poderá comprometer boa parte dos resultados da empresa.

As outras duas operações foram de venda, uma de ações da Hapvida (HAPV3) e outra de cotas de um fundo imobiliário RB Capital General Shopping Sulacap (RBGS11).

Vendi pouco mais de 10% do que tinha em Hapvida (HAPV3) por causa da recente valorização de mais de 20%, que fez o preço da ação ficar acima do preço que acho justo. Ainda mantenho uma posição relevante por estar confiante na empresa. Ainda mais com o recente anúncio da compra do Grupo São Francisco por R$ 5 bilhões, que fará a empresa ter abrangência nacional, visto que agora ela terá operação em todas as regiões do país.

E, por fim, a venda de pequena parte do que tinha no fundo imobiliário RB Capital General Shopping Sulacap (RBGS11). Esse é um fundo de shoppings que está na minha carteira há mais de dois anos. De lá para cá a rentabilidade, considerando rendimento e valorização, está em 15%. Até que não está tão mal, visto que a estratégia é comprar vacância, ou seja, comprar o fundo que tem alto percentual de espaço não locado e aguardar até que essas áreas sejam locadas para ganhar, principalmente, com a valorização do fundo.

O maior risco associado está relacionado ao tempo para os espaços serem locados, se é que o serão. Durante esse período, normalmente você carrega o fundo com rendimento abaixo dos outros fundos. É o caso do RBGS11, que paga em média R$ 0,1575 por cota, valor que, nos preços atuais, daria algo em torno de 0,38% ao mês, enquanto outros fundos pagam 0,6% ou até mais.

Digamos que a média do setor esteja pagando 0,6% a. m., então para cada mês que ficar com o RBGS11 você deixa de ganhar 0,22% (0,6% – 0,38%). Quanto mais tempo carregar o fundo antes das locações, maior terá que ser o potencial de valorização para compensar o tempo. Com a venda, o lucro líquido foi equivalente a 120% do CDI do período, o que considero bom, mas o fundo atualmente está abaixo das minhas expectativas iniciais. Eu esperava uma recuperação mais rápida do Rio de Janeiro, onde o shopping fica, e consequentemente do fundo. Pelo visto, isso ainda está longe de ocorrer. Carregar a posição será cara vez mais arriscado de agora para frente.

Continuo deixando minha reserva para resgate imediato lá na NuConta, rendendo 100% do CDI sem burocracia. Sigo aguardando boas oportunidades para investimento.

Para fechar!

Este foi um mês em que quase não operei, as movimentações foram bem pontuais e de baixo valor, apenas diminuindo ou aumentando posições já existentes.

Como sempre, sigo comprando em bolsa de valores até que não tenha mais oportunidades que valham a pena. Caso a bolsa de valores continue a subir, é possível que realize mais algumas vendas para manter ou ampliar o percentual em renda fixa.

Falando em bolsa de valores, é bem possível que venha a se valorizar visto que, segundo os últimos dados da economia, é provável que o Banco Central baixe a taxa básica de juros da economia, a famosa Selic. A baixa da Selic acaba favorecendo a bolsa de valores, pois a renda fixa fica menos atrativa e naturalmente mais pessoa buscam outras fontes mais rentáveis. Talvez a alta recente da bolsa tenha a ver com essa expectativa da queda da Selic. A próxima reunião do COPOM – Comitê de Política Monetária – é no dia 18 e 19, vamos aguardar.

Outra questão que está atrelada à economia do país, mais precisamente ao aspecto fiscal, é a reforma da previdência. Aqui minha expectativa é de votação lá para julho ou agosto e uma economia de R$ 800 bi. Saiba mais sobre previdência.

Para os próximos meses, a pretensão é fortalecer o caixa em renda fixa para aproveitar ainda mais as oportunidades que a volatilidade da bolsa de valores pode trazer.

É isso, Poupadores! A cada mês dou um passo para a liberdade financeira. Espero que este conteúdo te ajude a ver que é possível para qualquer um montar sua própria carteira previdenciária e garantir uma boa aposentadoria.

Para quem deseja dar o primeiro passo e ter acesso aos diversos produtos do mercado financeiro, clique aqui.

Quem deseja saber mais sobre fundos imobiliários, clique aqui e aqui.

Queremos te ouvir para podermos trazer mais conteúdo sobre investimentos e te ajudar na construção do seu patrimônio e aposentadoria. Deixe um comentário.