A importância do balanço patrimonial para o planejamento financeiro

451

Olá, Poupadores! Nesse novo ano de investimentos, venho trazer a vocês a evolução do meu patrimônio no mês de fevereiro.

A grande receita de fevereiro foi o principal motivador para uma elevação de 6,34% do meu patrimônio líquido. Com isso, a valorização acumulada foi de 17,34%, mas temos que ser cautelosos já que um novo governo está iniciando e não sabemos se o país fará as reformas necessárias para continuar a crescer e prosperar.

Saiba mais sobre o que é a Jornada da Riqueza e como medir sua riqueza através do Balanço Patrimonial.

A seguir, você confere como estão os indicadores monitorados de enriquecimento e o resultado do mês.

Taxa de Ativos Geradores de Renda

Esse indicador mostra o percentual do quanto seu dinheiro está trabalhando para você. Quanto maior o percentual, melhor.

A taxa de ativos geradores de renda começou a se recuperar conforme esperado, afinal o carro já foi incorporado ao patrimônio. O indicador segue em patamar bastante saudável, a tendência é de aumento gradual para os próximos meses.

Taxa de Endividamento

Esse indicador é dado pela soma total de passivos dividido pela soma total de ativos. Ele é responsável por mostrar como seu aumento patrimonial está sendo financiado, se com dinheiro próprio ou através de empréstimos de bancos, financeiras, cartões, etc.

Saiba mais sobre a taxa de endividamento.

A taxa começou a cair pois começamos a realizar o pagamento dos materiais e equipamentos odontológicos que foram comprados. Como ainda temos compras a realizar, a expectativa é que esse indicador fique por um tempo dentro da faixa dos 3,5% a 6%.

Taxa da Riqueza

Esse indicador serve como um termômetro da independência financeira. Ou seja, viver apenas do rendimento dos meus investimentos. É preciso prestar bastante atenção a este indicador caso você deseje viver somente de rendimentos.

Esse indicador sofreu uma expressiva queda, impactada principalmente por dois pontos: (1) aumento do padrão de vida, estamos investindo forte no futuro profissional da minha esposa; (2) diminuição nos ganhos de capital. Em fevereiro de 2018 tive um grande ganho de capital com venda de fundo imobiliário, algo que não se repetiu em 2019.

Toda essa queda é momentânea e, conforme minha esposa comece a gerar renda, poderemos aumentar a poupança e acelerar nossa aposentadoria.

Patrimônio

Depois de uma elevação de 67,24% do Patrimônio Líquido (PL) em 2018, a meta para 2019 será de 16,61%. Os motivos dessa redução podem ser conferidos aqui.

Depois de uma elevação de 67,24% do Patrimônio Líquido (PL) em 2018, a meta para 2019 será de 16,61%. Os motivos dessa redução podem ser conferidos aqui.

Fevereiro também teve um bom aumento do patrimônio líquido. Esse resultado pode ser explicado principalmente pelo recebimento de PLR e antecipação do salário porque entrei de férias. Esse último ponto afetará o patrimônio de março, pois salário agora só em abril.

Não se pode dizer que a meta já foi batida porque meu patrimônio pode se reduzir ao longo do ano. Um exemplo disso é o caso de haver dificuldade para aprovação da reforma da previdência e isso causar uma baixa na bolsa de valores. Meu patrimônio sofreria redução por boa parte estar exposto a esse mercado. Então, por enquanto, nada a comemorar.

Farei um ajuste trimestral na meta 2019 devido às incertezas mencionadas no artigo anterior. Portanto vou aguardar março para fazer ajustes necessários se houver.

Por isso acho que todos deveriam utilizar o balanço patrimonial para medição de riqueza, se ao longo do tempo seu patrimônio líquido estiver aumentando significa que provavelmente você está no caminho certo.

Saiba mais sobre como invisto na bolsa de valores.

É isso poupadores, o processo de enriquecimento continua e esse ano pretendemos abrir as asas para voar mais alto.