Consórcio ou financiamento: qual é o melhor?

103

Olá Poupadores, hoje vamos falar sobre consórcio para carros, será que é um bom negócio?

Antes de tudo precisamos entender o problema, então vamos a ele.

Digamos que você consiga poupar R$ 1 mil reais por mês, tenha R$ 20 mil poupados, e queira comprar um Chevrolet Onix por R$ 50 mil. Faltam R$ 30 mil reais, então você basicamente tem duas opções: (1) continuar poupando até atingir os 50 mil, comprar à vista e ganhar juros no meio do caminho ou (2) financiar o restante e pagar muitos juros.

Poupando você teria que esperar pelo menos dois anos, mas você não deseja esperar isso tudo e também não quer pagar um monte de juros. Então você está comentando sobre esse dilema com outros amigos e descobre que quatro deles estão na mesma situação.

Dias depois, ainda pensando sobre o assunto, você tem uma brilhante ideia. Que tal todos unirem forças e a cada seis meses um estar de carro novo ao invés de todos esperarem 30 meses? E ainda por cima sem pagar nada de juros! A ideia é a seguinte:

Imagine que cada um poupa R$ 1 mil reais mensalmente, tem R$ 20 mil poupados e precisa de R$ 30 mil para comprar um carro novo. Como são cinco pessoas, serão R$ 5 mil poupados a cada mês, depois de seis meses serão R$ 30 mil.

Dessa forma poderá ser realizado um sorteio e o contemplado receberá os R$ 30 mil poupados para comprar o carro primeiro que os demais. Todos continuam poupando R$ 1 mil reais, mesmo o contemplado no sorteio, daqui a seis meses outro será sorteado, e assim por diante.

A diferença dessa sistemática é que só o último sorteado comprará com 30 meses, todos os demais conseguirão o carro antes do prazo. E o melhor, sem pagar nenhum juro por isso.

Se considerar o ganho com juros, o prazo até seria um pouco menor, mas deixamos isso de lado para facilitar o entendimento da ideia.

No nosso exemplo, vocês teriam que gerenciar tudo, teria que ter amigos na mesma situação e teria que confiar que todos fariam sua parte. Para resolver tudo isso foram criadas as empresas administradoras de consórcio, que farão toda a administração dessa situação. E claro cobrará para isso, e se cobrará!

Muitas pessoas acreditam que no consórcio não há juros, porém sabemos que não existe almoço grátis. Acredite, eles estão lá, mas com outro nome “taxa de administração” e ela não é nada barata, normalmente entre 10-15%.

O consórcio é um modelo para compra de bens, como um automóvel ou uma casa. Se você entrar em um consórcio automotivo, você não poderá usar o dinheiro para comprar uma casa e vice-versa.

Se no nosso exemplo cada um dos amigos era contemplado a cada seis meses, normalmente o consórcio é feito com uma quantidade de pessoas que consiga contemplar uma pessoa mensalmente, sempre através de sorteio.

Lembra das taxas de administração de que falamos? Para nosso exemplo, cada um contribuía mensalmente com R$ 1 mil, no consórcio seria um valor maior, afinal existem os custos administrativos, seria algo por volta de R$ 1.100-1.150 por mês.

Mais uma coisinha, o consórcio não é um financiamento, então nada de esperar abatimentos caso você queira quitar antecipadamente.

Uma confusão bastante comum é achar que consórcio é poupança ou investimento, nada disso poupadores, afinal você está pagando dinheiro (taxa de administração) ao invés de ganhar dinheiro.

E finalmente, mas não menos importante, é que se você contratou um consórcio para comprar um Onix LTZ que atualmente custa 50 mil reais, as parcelas serão ajustadas para comprar esse bem.

Se o preço desse carro ficar sem alteração, então não haverá alterações nas parcelas, mas se o preço do carro subir e depois de dois anos custar 55 mil, então o valor das parcelas vai aumentar para refletir o aumento e garantir a compra do carro quando for contemplado.

Então muito cuidado se for entrar em um consórcio.

O consórcio é um produto brasileiro criado no final dos anos 80 para garantir a compra do produto em um período de alta inflação onde os preços eram corrigidos diariamente, às vezes até mais de uma vez por dia. Uma tentativa de previsibilidade no caos.

Hoje, felizmente, temos mais de 20 anos de estabilidade, então isso já não é mais um problema e atualmente funciona mais como um produto que você paga caro para guardarem seu dinheiro.

Vale mais a pena consórcio ou financiamento?

Uma vantagem clara do financiamento é que você não precisará contar com a sorte para estar com o carro, pois no consórcio você terá que ser contemplado, e poderá inclusive ser lá no final, depois de anos.

Se olharmos exclusivamente para as taxas, a resposta é DEPENDE. Obviamente você poderá encontrar financiamentos com juros baixos e com juros altos, mesma coisa referente à taxa de administração dos consórcios.

IMPORTANTE: Ao consultar a taxa de juros para o financiamento, sempre olhe o Custo Efetivo Total (CET), que é a taxa de juros considerando todas as taxas embutidas.

Cada caso é um caso, então é bom olhar as opções disponíveis para fazer o melhor negócio possível. Infelizmente não dá para ter uma única resposta para 100% dos casos.

Porém a reposta para a maioria dos casos seria o financiamento, esta é normalmente a opção mais vantajosa.

Poupadores e Poupadoras, o que acharam deste artigo? Já têm experiência com consórcio ou financiamento? Conta pra gente, deixe um comentário.