A constância é o caminho para o sucesso

594

Olá Poupadores, venho trazer a vocês a evolução do meu patrimônio no mês de dezembro.

A valorização dos meus investimentos, a poupança e o recebimento de dinheiro que me deviam fizeram com que meu Patrimônio Líquido (PL) aumentasse 20,62%. Resultado bastante positivo.

A meta anual só foi superada devido ao evento não recorrente do recebimento do dinheiro da dívida. A rentabilidade da minha carteira de investimentos foi de 2,34%, bem acima do CDI de 0,47%.

Minha Taxa de Riqueza ficou praticamente estável, saiu de 8,54% para 8,55%.

Saiba mais sobre o que é a Jornada da Riqueza e como medir sua riqueza através do Balanço Patrimonial.

A seguir confira tudo isso em mais detalhes.

Taxa de Ativos Geradores de Renda

No Balanço Patrimonial (BP) voltado para o enriquecimento, um dos indicadores mais importantes a serem observados é a Taxa de Ativos Geradores de Renda. Ela mostra o percentual de ativos que geram renda sem que você trabalhe. Quanto maior o percentual, melhor.

Esse indicador atingiu uma nova marca, 89,10%, bem acima dos meses anteriores. Todo esse aumento deveu-se à venda do meu carro e aplicação dos recursos em renda fixa.

Com isso, o montante em ativos geradores de renda aumentou bastante, mas de maneira momentânea, pois se reduzirá no instante em que eu recuperar os recursos para a compra de um novo carro.

Provavelmente isso ocorra já em janeiro. De modo que esse indicador chegue ao patamar de 65%.

Taxa de Endividamento

Outro indicador essencial a acompanhar é a Taxa de Endividamento. Este indicador é dado pela soma total de passivos dividido pela soma total de ativos. Ele também é responsável por mostrar a maneira como os ativos são adquiridos, se com dinheiro próprio ou através de empréstimos de bancos, financeiras, cartões, etc. Saiba mais sobre a taxa de endividamento.

Esse indicador teve redução, principalmente pela elevação do meu patrimônio e pagamento de parte das dívidas dos cartões de crédito.

As compras parceladas continuam sendo as únicas dívidas que tenho.

Taxa da Riqueza

O terceiro indicador é a Taxa de Riqueza, que serve como um termômetro da independência financeira. Ou seja, viver apenas do rendimento dos meus investimentos. É preciso prestar bastante atenção a este indicador caso você deseje viver somente de rendimentos. A formula é a seguinte:

Taxa de Riqueza = Renda passiva (últimos 12 meses) / (1,5 x despesas dos últimos 12 meses)

Multiplico as despesas por uma vez e meia para permitir uma contínua melhora de vida e para ter uma margem de segurança.

Esse indicador teve leve aumento, de novembro para dezembro passou de 8,54% para 8,55%.

O aumento aconteceu pelo pequeno aumento de rendimento quando comparado dezembro de 2018 com dezembro de 2017.

Quando este indicador chegar a 100% significa que poderei me aposentar, pois o meu padrão de vida será totalmente suprido apenas com a renda dos meus investimentos.

Pretendo chegar lá antes dos 40 anos.

Patrimônio

Continuarei investindo boa parte do meu patrimônio na renda variável enquanto enxergar boas oportunidades de investimento. Em dezembro, o índice Ibovespa, que funciona como um termômetro do mercado de capitais, desvalorizou 1,81%, e ainda assim minha carteira de investimentos valorizou 2,34%. Mostrando que a estratégia de fortalecer os ativos já em carteira tem valido a pena.

Apenas em dezembro houve valorização de 20,62% do patrimônio líquido (PL). Todo esse aumento ocorreu por causa da rentabilidade da carteira, poupança, e principalmente pelo recebimento de dinheiro que minha mãe devia.

O recebimento desse dinheiro não estava contabilizado no balanço porque ainda não havia previsão clara de recebimento. Estava considerando que seria em algum momento de 2019, mas sem nenhuma certeza.

Se não fosse esse evento, que não irá se repetir, o aumento do PL seria de 3,74%. Ainda assim um bom aumento, ainda mais levando em conta a desvalorização de 1,81% do Ibovespa.

Saiba mais sobre as ações nas quais invisto.

Cumulativamente o meu PL aumentou 67,24% em 2018, ultrapassando a meta de 46,27% por causa do dinheiro que me deviam. Sem esse dinheiro o aumento do PL seria de 43,84%, abaixo da meta.

Tudo isso causado pela rentabilidade menor do que o previsto em meus investimentos. Tanto para renda fixa quanto variável.

Na renda fixa esperava uma taxa média maior do que os 6,5% da SELIC, patamar inclusive de mínima histórica.

Na renda variável esperava resultados melhores para 2018, e de fato esse cenário vinha se desenhando até a greve dos caminhoneiros. Essa greve causou grandes prejuízos a todos. Estima-se que o PIB tenha impacto de cerca de 0,70%. Minha carteira de investimentos chegou a cair mais de 10% nesse período.

A lição aprendida é ser um pouco mais conservador, principalmente em relação à rentabilidade dos investimentos em renda variável.

Diferente do que muitos pensam, enriquecer é questão de técnica, qualquer um pode aprender e chegar lá. Basicamente você precisar apenas poupar e investir.

Todo o conteúdo que ensinamos é apenas para mostrar a maneira de fazer isso, utilizando os recursos disponíveis de forma inteligente para acelerar o processo.

É isso poupadores, só tenho que agradecer e comemorar por esses 67,24% de enriquecimento.

Para terminar compartilho a mensagem do pensador Lao-Tsé:

“Uma longa viagem começa com um único passo”