A constância é fundamental no mundo dos investimentos

0

Olá Poupadores, venho trazer a vocês a evolução do meu patrimônio no mês de novembro.

Confira os destaques:

Na categoria poupança, a valorização dos investimentos no mercado de ações, o ajuste contábil na venda do carro e a elevação de compras no cartão de crédito fizeram com que meu Patrimônio Líquido aumentasse apenas 0,62%. Novamente um resultado positivo.

Houve um pequeno aumento, de 0,04%, no padrão de vida calculado em cima dos últimos doze meses. Ótimo resultado se considerarmos os 4% de inflação do período.

A rentabilidade da minha carteira de investimentos foi de 1,44%, que considero um bom resultado.

Mais um passo para a independência financeira. Minha Taxa de Riqueza saiu de 6,93% para 8,54%. Isso graças a muitos rendimentos que recebi, principalmente da EcoRodovias. Junto com vendas de ações da Smiles, que renderam mais de 10% dentro de um mês.

O tempo em que posso viver somente das minhas economias aumentou de 19,32 para 19,92 meses.

Saiba mais sobre o que é a Jornada da Riqueza e como medir sua riqueza através do Balanço Patrimonial.

Confira a atualização dos três maiores indicadores de riqueza.

Taxa de Ativos Geradores de Renda

No Balanço Patrimonial (BP) voltado para o enriquecimento, um dos indicadores mais importantes a serem observados é a Taxa de Ativos Geradores de Renda. Ela mostra o percentual de ativos que geram renda sem que você trabalhe. Quanto maior o percentual, melhor.

Em outubro, esse indicador atingiu sua melhor marca, 76,39%, novamente acima dos meses anteriores. Mais de 75% do meu patrimônio trabalha para mim.

Taxa de Endividamento

Outro indicador essencial a acompanhar é a Taxa de Endividamento. Este indicador é dado pela soma total de passivos dividido pela soma total de ativos. Ele também é responsável por mostrar a maneira como os ativos são adquiridos, se com dinheiro próprio ou através de empréstimos de bancos, financeiras, cartões, etc. Saiba mais sobre a taxa de endividamento.

É recomendado evitar o usar dinheiro que não seja seu, pois lembre-se, estamos no país com uma das maiores taxas de juros do mundo!

Esse indicador teve um forte aumento, principalmente pelo aumento do uso do cartão de crédito, causado principalmente pela compra de passagens aéreas e de uma nova máquina de lavar roupas. As compras parceladas continuam sendo as únicas dívidas que tenho.

Taxa da Riqueza

O terceiro indicador é a Taxa de Riqueza, que serve como um termômetro da independência financeira. Ou seja, viver apenas do rendimento dos meus investimentos. É preciso prestar bastante atenção a este indicador caso você deseje viver somente de rendimentos. A formula é a seguinte:

Taxa de Riqueza = Renda passiva (últimos 12 meses) / (1,5 x despesas dos últimos 12 meses)

Multiplico as despesas por uma vez e meia para permitir uma contínua melhora de vida e para ter uma margem de segurança.

Esse indicador teve um grande aumento, de outubro para novembro passou de 6,93% para 8,54%.

Quando este indicador chegar a 100% significa que poderei me aposentar, pois o meu padrão de vida será totalmente suprido apenas com a renda que não depende mais do meu trabalho.

A projeção para aposentadoria continua sendo antes dos 40 anos.

Quando chegar nessa fase, abandonarei todo o trabalho que faço por dinheiro e me dedicarei exclusivamente a atividades que gosto.

Patrimônio

Continuo investindo boa parte do meu patrimônio na renda variável enquanto enxergar boas oportunidades de investimento. Em novembro, o índice Ibovespa, que funciona como um termômetro do mercado de capitais, valorizou 2,38%, contribuindo para a elevação do meu patrimônio.

Um outro fator que contribuiu para o aumento do patrimônio foi a venda do carro. Realizo a depreciação dos meus ativos mês a mês. E isso acabou gerando um resultado positivo de mil reais, pois no balanço de outubro meu carro estava avaliado em R$ 17 mil e vendi por R$ 18 mil.

Esses dois fatores, somados à poupança do mês, contribuíram para a leve alta de 0,62% do meu patrimônio líquido (PL).

A alta foi tímida por conta das compras no cartão de crédito. Isso fez a taxa de endividamento saltar de 2,71% para 5,40%.

Saiba mais sobre as ações nas quais invisto.

De janeiro a novembro meu patrimônio aumentou 38,65%.

Embora mais próximo da meta, ela dificilmente será alcançada este ano porque a rentabilidade dos meus investimentos está abaixo do previsto. A taxa de poupança, até então, se encontra dentro do esperado, por volta dos 31%.

Provavelmente só atinja a meta no caso de a bolsa de valores se valorizar bastante. Faltando apenas um mês acho pouco provável. Lição aprendida. Serei mais conservador em relação à rentabilidade dos meus investimentos em 2019.

Até então, gerenciar bem meu dinheiro para poupar mais e investir tem se mostrado uma estratégia de grande valor. Vamos lá! Não dá pra reclamar de uma valorização de quase 40% do patrimônio em um ano.

Trabalhe duro, poupe e faça sua própria previdência. Se você é jovem como eu, provavelmente verá umas três reformas da previdência acontecerem até chegar aos 70 anos. Este é um dos motivos para poupar, trazer um pouco de tranquilidade em um futuro até então nebuloso.

Faça seu balanço patrimonial e acompanhe sua evolução periodicamente.

Tome o controle sobre seu dinheiro e antecipe sua aposentadoria.